The Old Reader, uma boa alternativa para substituir o Google Reader como leitor de feeds

Publicado em 14/03/2013

Ontem o Google pegou todo mundo de surpresa quando anunciou em seu blog oficial que vai descontinuar o seu leitor de feeds Google Reader:

We launched Google Reader in 2005 in an effort to make it easy for people to discover and keep tabs on their favorite websites. While the product has a loyal following, over the years usage has declined. So, on July 1, 2013, we will retire Google Reader. Users and developers interested in RSS alternatives can export their data, including their subscriptions, with Google Takeout over the course of the next four months. (…) These changes are never easy. But by focusing our efforts, we can concentrate on building great products that really help in their lives.

Faz sentido, já que infelizmente a maioria das pessoas nem ao menos sabe o que é um feed RSS – inclusive gente de TI viu?

Mas se você é como eu que agrega todos os seus sites e blogs preferidos num lugar só, respire fundo e mantenha a calma: o YouPix já sugeriu uma lista de substitutos para o Google Reader.

Dessa lista eu estou testando o The Old Reader. Com opção de interface em português, o login dele é feito através da sua conta Facebook ou Google – o que permite o compartilhamento de postagens nas redes sociais. O Curtir tem a função de favoritar um feed, além de compartilhar o post com os amigos que você pode adicionar à sua rede.

The Old Reader, agregador de feeds

De um modo geral eu gostei bastante do The Old Reader – a interface é bem clean e confortável para leitura. Só achei o serviço um pouco lento, mas acredito que seja por causa da migração em massa de quem já começou a sair do Google Reader.

Importando seus feeds do Google Reader
Como o comunicado do Google informou, é possível utilizar o Google Takeout para importar e salvar seus dados, e isso vale para todos os produtos Google, não apenas para o Reader.

No caso do leitor de feeds, o arquivo .zip gerado tem uma série de arquivos .json com seus seguidores, notas, favoritos e itens compartilhados, além de um .xml com as suas inscrições.

O The Old Reader tem uma opção de importar esses feeds, que eu não consegui testar, provavelmente por excesso de novos usuários no momento em que eu criei minha conta:

the-old-reader-importar

Update: um pouco mais tarde tentei de novo – como fiz login utilizando minha conta Google, eu tinha a opção de importar direto do Reader ou de subir um arquivo XML. Optei pela primeira, achei que só havia conseguido importar uma única assinatura antes do site mostrar uma mensagem dizendo que não pode completar minha importação por excesso de usuários; porém, quando tentei novamente recebi uma mensagem dizendo que o processo de importação dos meus feeds está na fila de espera:

The Old Reader

De qualquer jeito não faço tanta questão de importar os meus feeds automaticamente porque pretendo aproveitar o prazo final para o Reader sair do ar, em 1º de Julho, para fazer uma limpeza e deixar de assinar blogs abandonados ou que não exibem o post completo – vou ter muito trabalho pela frente, com certeza importar tudo isso seria muito mais prático. Sem falar na tonelada de itens marcados como favoritos que eu mantenho no agregador.

Sério, hein Google. Que tiro no pé.

Ah, aproveita e assina o feed aqui do blog! xD


Leia mais sobre Aplicativos, , , , ,


Nenhum comentário para “The Old Reader, uma boa alternativa para substituir o Google Reader como leitor de feeds”

Deixe um comentário




Seu e-mail não será publicado